Câmara dos Deputados já acumula 656 cargos vagos

0
1979
Jefferson Santos Estrategista de Aprovação em Concursos Públicos

Desde o último concurso da Câmara Federal em 2014, os concurseiros de plantão aguardam ansiosamente pela abertura do novo certame. Segundo a própria Câmara dos Deputados, a necessidade de um novo concurso é urgente e deve ocorrer ainda em 2018.

Os rumores da abertura de edital para admissão de pessoal para cargos de níveis médio e superior aumentaram a partir da previsão, no Anexo V da PLOA-2018 (Lei Orçamentária Anual de 2018) de abertura de 169 vagas nos quadros do legislativo. Além disso, consta na Lei Orçamentária Anual uma previsão de arrecadação de R$ 8.730.000,00 (oito milhões, setecentos e trinta mil reais) com a taxa de inscrição do concurso da Câmara dos Deputados.

 A previsão de abertura de vagas é ainda insuficiente

Apesar da previsão de abertura de 169 vagas, a Câmara Federal possui quadro de servidores deficitário, já que há 656 cargos vagos atualmente. Por isso, espera-se que, além das vagas previstas, o concurso também ofereça cadastro reserva para que possa contratar mais servidores aprovados ao longo do período de validade do concurso.

 Lotação

A sede da Câmara dos Deputados, em Brasília-DF, é onde os aprovados no certame irão exercer suas atribuições.

 Remuneração

Em rápida consulta à folha de pagamentos referente ao mês de janeiro de 2018, é possível constatar remunerações acima da cifra de R$ 30 mil reais para o cargo de Analista Legislativo – para o qual há exigência de nível superior completo – e acima de R$ 20 mil para cargos de nível médio (técnico legislativo). Há de se observar, entretanto, que as carreiras legislativas estão escalonadas em padrões e níveis que aumentam o salário conforme, entre outros fatores, o tempo de serviço do servidor. Além disso, é comum observar na folha de pagamento da Câmara Federal a aplicação do chamado redutor constitucional, uma vez que as remunerações nominais costumam ultrapassar facilmente o teto remuneratório do serviço público.

Ficou curioso? Veja por si:  http://www2.camara.leg.br/transparencia/recursos-humanos/remuneracao/relatorios-consolidados-por-ano-e-mes/2018/janeiro-de-2018-pdf

Provas

A prova de Técnico Legislativo – Policial Legislativo cobrou questões de Língua Portuguesa, Legislação (com questões de Direito Constitucional e Administrativo), informativa e Raciocínio lógico para os conhecimentos básicos. Já nos conhecimentos específicos caíram os seguintes assuntos:

1 Técnicas operacionais.

2 Segurança física e patrimonial das instalações.

3 Prevenção e combate a incêndio.

4 Identificação, emprego e utilização de equipamentos eletrônicos de segurança: sensores, sistemas de alarme, cercas elétricas, CFTV (circuito fechado de televisão).

5 Defesa pessoal.

6 Armamento e tiro.

7 Segurança de dignitários.

8 Crimes contra o patrimônio.

9 Noções de primeiros-socorros.

10 Estatuto do desarmamento (Lei nº 10.826/2003): capítulo III (arts. 4º a 10º), capítulo IV (arts. 12 a 20) e capítulo V (art. 25).

11 Relações Humanas.

11.1 Qualidade no atendimento ao público: comunicabilidade; apresentação; atenção; cortesia; interesse; presteza; eficiência; tolerância; discrição; conduta; objetividade.

11.2 Trabalho em equipe.

12 Noções de Direito Penal.

13 Noções de Direitos Humanos.

14 Noções de Direito Processual Penal.

14.1 Inquérito Policial.

14.2 Prova (art. 158 a 184 do CPP).

14.3 Prisão em flagrante.

14.4 Prisão preventiva.

14.5 Lei nº 8.069/1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente).

14.6 Lei nº 4.898/1965 (Abuso de autoridade).

14.7 Lei nº 10.741/2003 (Estatuto do Idoso).

14.8 Lei nº 7.716/1989 (Lei contra o Preconceito).

15 Planejamento de segurança.

16 Segurança corporativa estratégica.

17 Segurança da gestão das áreas e instalações e segurança das telecomunicações.

18 Resolução nº 18/2003. 19 Regimento Interno da Câmara dos Deputados: Título IX, Cap. III – Da Polícia da Câmara dos Deputados.

A prova de Policial Legislativo ainda teve a cobrança de uma dissertação de 30 linhas acerca dos conhecimentos específicos acima, além de previsão de outras etapas típicas de concursos da carreira policial, como Teste de Aptidão Física, etc.

 Último Concurso

O último edital da Câmara dos Deputados abriu um total de 113 cargos, divididos em 60 para nível médio (Policial Legislativo) – cuja concorrência por vaga foi de 655 candidatos -, e 53 para Analista Legislativo nas mais diversas áreas com um número total de inscritos chegando a 11.882 candidatos. No entanto, a concorrência por vaga para os cargos de Analistas ficou bem abaixo em comparação com a concorrência para o nível médio. Foi o caso do cargo de Analista Legislativo – Consultor Legislativo da área X (agricultura), que registrou 108 candidatos por vaga.

O número total de inscritos no concurso 2014 chegou a 51.789 candidatos, conforme: http://www.cespe.unb.br/concursos/CD_14_AT/arquivos/DEMANDA_CD_14_AT.PDF.

Quer começar a estudar e não sabe por onde e como começar?

Então acesse o http://blog.pontoestrategico.com.br/como-se-organizar-para-cobrir-todo-um-edital-em-apenas-6-meses-de-estudos/ e aprenda a como se organizar para estudar todos os assuntos de um edital em poucos meses.

Jefferson Santos – Estrategista de Aprovação em Concursos Públicos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here