Condenada a 20 anos de prisão, “Viúva da Mega-Sena” diz não saber que teria direito a prêmio

0
63

Sasha Libuy

O País

A viúva Adriana Almeida foi encontrada em Taguá (RJ) pela Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) que localizou a foragida por meio de troca de informações com variadas agências de inteligência e unidades de polícia. O procedimento contou com o apoio de policiais civis da Força Nacional que trabalham em auxílio à Desarme.

Em dezembro de 2016 Adriana foi condenada a 20 anos de prisão por envolvimento na morte do marido, Em depoimento a viúva afirmou não saber que teria direito à herança deixada pelo ex-lavrador. Disse que foi informada pela imprensa, quando Renné foi morto.

Viúva

O ex-lavrador Renné Senna foi executado a tiros em 7 de janeiro de 2007 em Rio Bonito, na Região Metropolitana do Rio. Os ex-seguranças Anderson Silva de Souza e Ednei Gonçalves Pereira foram condenados por terem assassinado o milionário. Eles cumprem pena de 18 anos de prisão, porém Adriana teria ordenado a morte do marido depois que ele disse que ia excluí-la do testamento porque havia descoberto que estava sendo traído.

Supervisão Guilherme Rocha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here