Governo concluiu metade das obras do pacote do DER apresentado em maio

0
170

Das 12 obras do pacote apresentado pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) em maio, seis estão prontas, e cinco delas, inauguradas.
O conjunto inclui pontes, ciclovias, passarela e a maior intervenção na malha viária da história do DF: o Trevo de Triagem Norte e a Ligação Torto-Colorado.

O investimento até agora supera os R$ 270 milhões e visa dar maior fluidez ao trânsito, melhorar a qualidade do asfalto, proporcionar segurança na travessia de pedestres e aumentar a oferta para o tráfego de bicicletas.

Ao todo, o DER-DF tem R$ 350 milhões para obras e vai lançar outras em 2018.

Segundo o diretor-geral do DER-DF, Henrique Luduvice, as obras em 2017 apresentaram ritmo mais acelerado que em 2016. “Com mais disponibilidade orçamentária, ajustes feitos em projetos e cumprimento de condicionantes ambientais, houve maior velocidade nos trabalhos.”

Até o momento, foram inauguradas a passarela em frente ao Condomínio Nova Colina, na BR-020, em Sobradinho, a restauração da DF-001 no Lago Oeste e a ponte sobre o Rio Descoberto, em Brazlândia, além da ciclovia e da ponte sobre o Córrego Alagado, ambas na DF-290, na altura de Santa Maria.
A passarela beneficia a população em um ponto antes perigoso para o tráfego de pedestres na rodovia federal, além de servir de modelo para as próximas construções no BRT Norte. O investimento foi de R$ 2.275.877.

A DF-001 passou por revitalização na pavimentação, na drenagem e na sinalização na altura do Lago Oeste. Foram investidos R$ 9.604.026,18 na recuperação do trecho.

Na mesma via, em Brazlândia, a restauração custou R$ 8.213.684,92 e está pronta, mas ainda não foi oficialmente entregue.

A ponte sobre o Rio Descoberto dá maior vazão para a VC-533, estrada vicinal perto da BR-080, que liga Brazlândia a Padre Lúcio, em Goiás. As benfeitorias custaram R$ 5.405.070,40.

Na DF-290, foram duas obras. Uma delas é a ponte que beneficia moradores do Gama, de Santa Maria e do Entorno. Essa intervenção permitiu que a pista voltasse a funcionar com duas faixas.

A outra, uma ciclovia, facilitará o trânsito de bicicletas na região. Os investimentos foram de R$ 3.679.866,50 e de R$ 2.251.927,81, respectivamente.

As obras do Trevo de Triagem Norte e da Ligação Torto-Colorado
As intervenções para dar fim aos engarrafamentos na saída norte e beneficiar cerca de 100 mil motoristas que passam pelo local diariamente são o carro-chefe do DER-DF. Segundo o governador Rodrigo Rollemberg, elas significam a maior obra viária da história do DF.

O Trevo de Triagem Norte é composto por 16 obras, entre pontes (duas) e viadutos (14). O objetivo é distribuir o fluxo de veículos com destino ao Plano Piloto, com acesso ao Eixão Norte e Sul, à W3, aos Eixinhos Leste e Oeste e à L2. Até o momento, oito viadutos foram executados e um deles, inaugurado em 23 de dezembro.

Somadas às passagens previstas na Ligação Torto-Colorado — construção de uma pista marginal à DF-003 e de novos acessos aos condomínios —, serão 28 obras de arte especiais. No Torto-Colorado, foram executados uma ponte e dois dos 11 viadutos previstos.

Serão investidos R$ 207 milhões, R$ 146 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, R$ 51 milhões de contrapartida do governo de Brasília e R$ 10 milhões da Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap). A entrega está prevista para o fim de 2018.
Obras em andamento e em fase de projeto do DER-DF
Duas das obras do pacote do DER-DF objetivam melhorar o tráfego próximo ao Aeroporto Internacional de Brasília. Uma delas está em andamento. Para dar início à outra, o departamento espera entendimento quanto ao local, pela Inframérica, empresa que administra o terminal.
A obra perto do aeroporto, com trabalhos já iniciados, consiste na construção de vias marginais, faixas de rolamento, agulhas, ciclovias e sinalização da DF-047 (Estrada Parque Aeroporto), entre o Eixão Sul e a DF-025 (Estrada Parque Dom Bosco). O investimento é de R$ 18.176.585,20.

Também na DF-047 está previsto um viaduto com retorno para o Terminal 2 do aeroporto. O valor contratado é de R$ 7.807.544,93, mas, para começar o trabalho, o DER-DF espera chegar a um entendimento com a Inframérica sobre o local exato para as obras.

Outra intervenção em andamento é a construção de 11,2 quilômetros de ciclovia na DF-085 (Estrada Parque Taguatinga), no valor de R$ 8.213.684,92. O trecho vai do entroncamento da DF-003 (Estrada Parque Indústria e Abastecimento) ao da DF-001 (Estrada Parque Contorno).

Fecha a lista a construção de 12,5 km de ciclovia na DF-001, no Lago Oeste. Apesar de a restauração da via já ter sido concluída, essa obra ficou parada no Tribunal de Contas do DF e só recentemente foi liberada. O investimento é de R$ 1.179.886,65.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here