Instituto lança ferramenta de consulta sobre crimes contra grupos vulneráveis

0
106

O Instituto de Segurança Pública (ISP) lançou hoje (9) uma ferramenta de visualização de dados que permite a realização de consultas sobre crimes contra grupos vulneráveis no estado do Rio de Janeiro. O estado é o primeiro a lançar, na esfera governamental, uma análise voltada para esses grupos, segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado do Rio de Janeiro.

A plataforma possibilita a seleção de faixas etárias das vítimas de diversos tipos de crimes. Com isso, pode-se fazer análise detalhada sobre delitos que atingem mais crianças e adolescentes, mulheres e idosos.

Segundo o ISP, a partir do cruzamento de dados, é possível constatar que, em aproximadamente 40% dos casos de estupros de crianças ou adolescentes em 2016, o autor tinha alguma relação de proximidade com a vítima (pai e filho, parentes, amigos ou vizinhos), e em 17,6% das vezes, os crimes foram cometidos pelos pais ou padrastos das vítimas.

Além dos dados, a ferramenta disponibiliza também um mapa e uma lista de endereços das redes de atendimento a idosos, mulheres e crianças e adolescentes no estado.

As informações divulgadas têm como fonte os registros de ocorrência da Polícia Civil do estado do Rio de Janeiro relativos aos anos de 2014, 2015 e 2016, disponibilizados por meio do Departamento Geral de Tecnologia da Informação e Telecomunicações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here