Mayra Cardi reclama: “Não peguem no raio da minha barriga”

0
209

Mayra Cardi, nutricionista esportiva e life coach brasileira, ex-bbb, 34 anos, implorou em seu instagram, nesta última quarta-feira, 20, para que não toquem em sua barriga, afirmando que o bebê não aguenta energias negativas.

A gestante, esperando o primeiro bebê com seu marido Arthur Aguiar, desabafa em suas rede social”Gente, eu preciso dividir com vocês uma coisa muito importante. E conto com a ajuda de vocês real, oficial! Eu tenho pavor que peguem na minha barriga! Que cheguem pegando na minha barriga. Não faça isso, minha gente! Manda energia de longe! Eu sou uma pessoa que não gosta. Eu acredito muito nessa coisa de energia, a gente tem energia, o mundo é feito de energia, eu estudo física quântica. E às vezes a gente passa por várias coisas ao longo do nosso dia. Às vezes a gente fica triste, estressada, a gente pega a energia de alguém que nem é muito boa, mas a energia veio”, argumenta a nutricionista, preocupada com o bem estar do bebê.

Mayra, tenta explicar o mal que faz ao bebê, quando se toca na barriga da mãe no período da gestação, “Essa energia toda está no nosso corpo, só que a gente é adulto. A gente consegue lidar com essa energia, algumas pessoas não. Algumas pessoas passam mal, outras mais sensíveis ficam doentes. Só que, em geral, o adulto consegue lidar. A criança não! Por isso que o bebêzinho às vezes tem que levar para benzer e fazer um monte de coisa porque eles absorvem. E aí, normalmente, no primeiro mês chora muito por conta desse monte de energia que a gente consegue lidar e eles não conseguem porque são pequenos. Então você imagina o bebêzinho que está dentro da barriga, se formando, que precisa de energia 100% positiva. Não tem como ele ficar recebendo mão de todo mundo nele o tempo inteiro. Ele não vai dar conta!”, explica.

A life coach, também ressalta a importância de seus fãs, e que esse pedido não tem a função de afastá-los, e sim, de escolherem outro lugar para tocá-la quando forem a cumprimentar “Quando ele estiver no meu braço já, sair na rua, você pode pegar, beijar, fazer tudo porque aí ele já está grandinho. Mas enquanto está na barriga não… Você pode fazer o que quiser comigo: me dar beijo no rosto, me abraçar, fazer a p* toda. Mas não pega no raio da minha barriga! Eu não gosto. Obviamente eu sou educada, você vem e pega e eu faço aquela cara de bunda e finjo que está tudo bem. Mas não está tudo bem!”, desabafa.

Supervisionado por Guilherme Rocha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here